terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Trilogia do Reggae participa do Arraial Fest em Trancoso


Trilogia do Reggae no Trofeu Oscar Folia 2010 cantando "Cobra Coral"

O Documentário Triologia do Reggae (49') realizado por Johny Guimarães e Volney Menezes com produção da TV Olhos d’água da Uefs foi selecionado para a 4ª Edição do Arraial Cine Fest - Mostra Curta Tudo que será realizado de 5 a 10 de dezembro de 2010, em Trancoso, BA. O vídeo será exibido no dia 07, às 20 horas. Saiba mais no site www.arraialcinefest.com.br.

O documentário sobre a Trilogia do Reggae conta um pouco da trajetória artística de Jorge de Angélica, Dionorina e Gilsam - três reggaemen feirenses que consolidaram seu universo musical de matriz africana.

O filme nasceu do desejo dos diretores Volney Menezes e Johny Guimarães de participarem do Bahia Afro Film Festival que acontecerá em maio na cidade de Cachoeira. O evento é capitaneado pelo cineasta Lázaro Faria, da Casa de Cinema da Bahia, com o apoio do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e do Ponto de Cultura Terreiro Cultural de Cachoeira.

“A principio, a intenção era produzir um curta de 10 a 15 minutos, porém com a cobertura de um show do grupo no bairro Rua Nova pela TV Universitária, percebemos a necessidade de ampliação da obra, já que o tema possui um vasto conteúdo”, afirmou Volney Menezes.

Com a ajuda de uma pequena equipe, Volney e Johny produziram gravações em bares, ruas, residências e espaços de shows durante apresentações. “Ao longo de três meses ouvimos depoimentos dos três artistas, a fim de eleger pontos de discussão na construção narrativa, para compreensão do estilo musical de cada personagem e como eles encontraram elementos de convergência para propagar este tão estigmatizado gênero musical” revela Volney.

A maneira como os ritmos africanos influenciaram e influenciam o reggae foram um dos assuntos abordados. Para Volney, “a religiosidade afrodescendente, na qual as manifestações do candomblé, cerne de questões de uma história da resistência negra, se constituíram em outro ponto forte nas falas dos músicos”. Segundo o diretor, a militância ideológica e de pertencimento contida em suas composições são frutos das vivências de enfrentamento de uma realidade adversa nas periferias das cidades grandes.

O documentário de 49 minutos contou ainda com apresentações do trio no carnaval de Salvador e show no Pelourinho, palco das desventuras de muitos negros no Brasil escravocrata.

Volney e Johny são autores do documentário Chuvas de Março, que conta os desdobramentos da ditadura militar em Feira de Santana.

Fonte: Terra de Lucas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Novo CD

Contrate para o seu evento